Yad Vashem exorta o mundo cristão a celebrar o Dia Internacional em memória do Holocausto


Em sua primeira aparição diante de uma audiência exclusivamente cristã, como o novo presidente do Yad Vashem, o Sr. Dani Dayan esta semana exortou o mundo cristão a transformar o Dia Internacional em Memória do Holocausto, todo dia 27 de janeiro em um dia especial para refletir sobre o Holocausto, honrar suas vítimas, orar e combater o antissemitismo hoje.


“Para cada pessoa decente no mundo, 27 de janeiro não deveria ser um dia normal. O dia 27 de janeiro deve ser um dia de reflexão,… um dia de oração,… um dia de meditação sobre como homenagear as vítimas, como melhorar o combate ao antissemitismo e como fortalecer o relacionamento com o povo judeu e o Estado de Israel”. disse o Sr. Dayan. “Todas as coisas que eu disse são boas 365 dias por ano, mas 27 de janeiro agora tem um significado especial. Então, peço a todos os nossos espectadores que, quando acordarem em 27 de janeiro, não façam disso um dia normal. Faça um dia de reflexão, um dia de oração, um dia de fé, um dia de solidariedade com as vítimas, com o povo judeu e com o Estado de Israel, e um dia de combate ao antissemitismo”.


Dayan apareceu na terça-feira, 25 de janeiro, na Conferência Envision para lideranças, organizada pela Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém, que este ano reuniu quase 1.000 pastores cristãos e líderes de ministérios de mais de 50 nações para um evento online de um mês.


Em 2006, o Yad Vashem firmou uma parceria especial com a ICEJ para abrir um alcance único ao mundo cristão, lançando a iniciativa “Amigos Cristãos do Yad Vashem”. Como parte desse esforço cooperativo, a ICEJ organiza uma conferência anual para pastores e líderes durante a semana de 27 de janeiro, que visa educar melhor os pastores cristãos e líderes de ministérios sobre o Holocausto e a necessidade de apoiar Israel hoje. Por causa das restrições de viagem do coronavírus, a conferência deste ano é um evento de transmissão totalmente on-line, com quase 1.000 pastores e líderes de ministérios de todo o mundo participando.


Em sua entrevista ao vivo com o presidente da ICEJ, Dr. Jürgen Bühler, o presidente Dayan acrescentou: “Nós prezamos extremamente nossa amizade com o mundo cristão, com você pessoalmente e com sua embaixada. Para nós é realmente uma fonte de inspiração e nos incentiva muito saber que temos parceiros em nossa missão.”


“Acho que o Yad Vashem deve estar aberto e receber de braços abertos toda pessoa de boa vontade que realmente queira vir aqui para aprender, entender e lamentar também, e se identificar com a situação do povo judeu”, continuou Dayan. “Sentimos sem reservas, a sinceridade dos sentimentos com que nossos amigos cristãos vêm aqui ao Yad Vashem. E é claro que no mundo de hoje, vemos o mundo cristão como um aliado e um amigo. E convidamos todo o seu público, em primeiro lugar, a visitar Israel, quando espero que o COVID desapareça em breve, e visite Jerusalém e visite o Yad Vashem. Eu acho que para muitas pessoas, ouço isso constantemente, a visita ao Yad Vashem foi uma experiência de mudança de vida. Eu acho que é educacional, mas não menos do que isso, também é espiritual. Acredito que a Sala dos Nomes ou o caminho dos Justos das Nações são alguns dos lugares mais sagrados de Jerusalém. Você sabe que lugares sagrados são abundantes aqui. Mas acho que esses são os lugares mais sagrados de Jerusalém, que toda pessoa de fé deveria visitar.”


“Posso concordar totalmente com isso”, respondeu o Dr. Bühler. “O fato de eu estar aqui há 27 anos em Israel deve-se em grande parte à minha primeira visita ao Yad Vashem. Visitar a exposição para ver o que os cristãos, o que os alemães fizeram ao povo judeu, isso realmente tocou meu coração de uma maneira incrível.”


Dani Dayan foi nomeado em agosto de 2021 como o novo presidente do Yad Vashem, o Centro Mundial de Memória do Holocausto. Anteriormente, atuou como Cônsul Geral de Israel em Nova York, como Presidente do Conselho YESHA e como Presidente e CEO da Elad Software Systems Ltd., empresa que fundou.


NB: A tempo do Dia Internacional em Memória do Holocausto, o Yad Vashem está oferecendo ao público a oportunidade de participar da Campanha ‘IRemember Wall’. Esta é uma oportunidade para o público ter um papel ativo na memória do Holocausto. Além de aprender sobre a história do Holocausto, é crucial que as pessoas se conectem com suas vítimas individuais. O ‘IRemember Wall’ é um programa participativo que combina a história da aprendizagem e a lembrança ativa dela! Junte-se ao ‘IRemember Wall’ do Yad Vashem, que combina aleatoriamente pessoas com um dos 4.800.000 nomes de vítimas do Holocausto celebrados no Banco de Dados Central de Nomes de Vítimas do Holocausto. Cada pessoa que se junta ao Muro torna-se um embaixador da memória, tanto juntando-se, celebrando a vítima quanto compartilhando sua história. Vamos lembrar o Holocausto um nome de cada vez! Acesse www.yadvashem.org para participar.


Legenda e Crédito da Foto:


Dani Dayan, novo presidente do Yad Vashem (à esquerda) fala com o Presidente da ICEJ Dr. Jürgen Bühler, durante uma conferência de pastores on-line esta semana (Foto da ICEJ).


Para mais informações por favor entre em contato:


David Parsons Vice-presidente e porta-voz sênior Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém E-mail: david.parsons@icej.org

Posts Em Destaque
Posts Recentes