Israel apresenta um meio de transporte inovador que busca aliviar o tráfego


Este é o trem elétrico semiautônomo sobre rodas, que viajará e transportará até 500 passageiros. “Fomos escolhidos para ser o primeiro país a receber essa nova tecnologia”, disse a Ministra dos Transportes, Miri Regev.


A ministra dos Transportes de Israel, Miri Regev, revelou que Israel terá o primeiro modelo de trem elétrico sobre rodas, um meio inovador de transporte de massa que deverá revolucionar o mundo do transporte público.


Pode transportar entre 250 e 500 pessoas, dependendo da configuração, e seus vagões se movem ao longo de uma estrada normal que passou por pequenas adaptações, sem a necessidade de colocar estradas ou outras infraestruturas especiais.


Israel é o primeiro país do mundo, fora a China, a receber o novo trem para testes e operação experimental. O trem rodoviário assimilará tecnologias israelenses para melhorar a segurança e promover a criação de emprego.


“Quando assumi o cargo, prometi fazer todo o possível para resolver o problema do trânsito e introduzir novos meios de transporte público que convençam os motoristas a deixar seus veículos particulares em casa. Pedi soluções criativas e inteligentes, e fico feliz que seja assim”, disse Regev.

“Na semana passada, anunciamos o lançamento do programa piloto da balsa marítima de alta velocidade, e hoje recebemos um dispositivo inovador de transporte de massa que atualmente só funciona na China, e pelo qual muitos países ao redor do mundo estão interessados. Israel foi escolhido para ser o primeiro país do mundo a receber o trem”, acrescentou.


O trem sobre rodas foi desenvolvido na China há vários anos e foi lançado comercialmente em 2019. Hoje, dezenas desse transporte se movem em várias grandes cidades da Ásia com sucesso. Muitas cidades da Austrália, Europa e Estados Unidos manifestaram seu interesse na nova ferramenta, mas Israel é o primeiro país do mundo a recebê-la para testes e demonstrações rodoviárias.


A empresa Ayalon Highways, responsável pelo projeto em nome do Ministério dos Transportes, encomendou o trem ao fabricante há apenas quatro meses. O prazo normal de entrega é de 18 meses. A pronta entrega foi possível graças à reputação de Israel e aos laços estreitos que mantém com o governo chinês, muito interessado na cooperação tecnológica, especialmente no campo dos transportes.


O trem sobre rodas funciona com eletricidade, usando baterias avançadas que chegam a cerca de 80 quilômetros e são recarregadas em poucos minutos. O novo trem não requer a implantação de uma infraestrutura de poste elétrico ao longo da rota e usa estações de carregamento rápido no terminal final.


O veículo tem uma configuração semiautônoma: segue uma estrada virtual marcada com barras coloridas na estrada, e o motorista controla apenas a parada e a aceleração. No futuro, o trem será completamente autônomo, controlado por um centro de controle municipal.




Posts Em Destaque
Posts Recentes