Israel completa 70 anos. Brasileiro presidiu sessão da ONU

16/05/2018

 

A fundação de Israel completou 70 anos nesta segunda-feira (14). Foi o diplomata brasileiro Oswaldo Aranha quem presidiu a sessão, em 1947, e a ONU aprovou naquele dia uma resolução sobre as terras do Oriente Médio que estavam sob o comando dos ingleses.

 

Era a partilha da Palestina: iam ser criados um estado judeu e um outro árabe. E as cidades sagradas de Jerusalém e Belém não pertenceriam a ninguém, seriam áreas internacionais.

 

As lideranças judaicas aceitaram a proposta e, no dia 14 de maio de 1948, há exatos 70 anos, David Bem-Gurion proclamou a fundação do estado de Israel. Mas os árabes não aceitaram e, logo no dia seguinte, Iraque, Líbano, Egito e Síria invadiram o recém-criado país.

 

Esse conflito durou dois anos, causou 20 mil mortes e uma migração em massa. Mais de 700 mil palestinos deixaram as casas. O dia em que essa guerra começou é conhecido pelos palestinos até hoje como Nakba, ou o dia da catástrofe.

Israel ampliou seu território. Em 1967, o Egito ameaçou Israel várias vezes. Os israelenses deflagraram um ataque preventivo e teve início a Guerra dos Seis Dias.

 

Nessa guerra, Israel ampliou mais uma vez seu território. Tomou a Faixa de Gaza, a península do Sinai, as colinas de Golã, a nascente do Rio Jordão e a Cisjordânia, assumindo o controle total de Jerusalém. Israel devolveu o Sinai ao Egito depois de uma negociação que, em 1978, rendeu o Prêmio Nobel da Paz aos líderes dos dois lados.

 

Em 2005, Israel retirou colonos e as últimas tropas da Faixa de Gaza. No ano seguinte, o Hamas venceu as eleições legislativas palestinas e assumiu o controle da Faixa de Gaza. Israel então impôs um bloqueio ao território, restringindo a entrada de suprimentos. 

 

No final de 2017, cumprindo uma promessa de campanha, o presidente dos EUA Donald Trump decidiu transferir a embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém. A data da inauguração foi escolhida para coincidir com os 70 anos da fundação do estado de Israel.

 

Fonte: Jornal da Globo

Please reload

Please reload

Arquivo

Bolsonaro visita Muro das Lamentações ao lado de Netanyahu

02/04/2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Please reload

© 2016 ICEJ - EMBAIXADA CRISTÃ INTERNACIONAL DE JERUSALÉM