Orai pela Paz de Jerusalém

14/01/2016

 Ó Jerusalém, sobre os teus muros pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; ó vós, os que fazeis lembrar ao Senhor, não haja descanso em vós, Nem deis a ele descanso, até que confirme, e até que ponha a Jerusalém por louvor na terra.

 

Oração por Israel

 

Devemos orar por Israel porque é bíblico: “Orai pela paz em Jerusalém! Sejam prósperos os que te amam.” (Sl 122.6).  O Senhor está procurando intercessores para o Seu povo em Israel e também deseja recompensar os que oram por esse povo e o amam.

 

Jerusalém é o berço do Cristianismo, a cidade de Jesus Cristo, o Senhor, o Messias e
Salvador! Orar por Jerusalém e amar a Israel é cumprir uma ordenança de Deus.

Essa é a hora em que o Corpo de Cristo precisa se posicionar e agir  como Rute, a moabita. Ela é a figura da igreja gentia, sobre quem não havia esperança, mas que, abrindo mão de sua própria agenda e planos, optou por servir em amor, submissão, companheirismo e dedicação à israelita Noemi, figura de Israel, desamparada, desolada, frustrada e rejeitada.

 

Com isso, Rute passou a fazer parte da comunidade de Israel e de sua herança e promessa de salvação e redenção, bem como da genealogia de JESUS, o MESSIAS. Rute, com seu gesto de serviço, conheceu o Resgatador de Israel, fez aliança de casamento com ELE e trouxe ao mundo Aquele que poderia salvar e libertar Seu povo, o próprio MESSIAS de Israel.

 

História de Israel

 

O povo judeu nasceu na Terra de Israel (Eretz Israel). Nela transcorreu uma etapa significativa de sua longa história, cujo primeiro milênio está registrado na Bíblia; nela se formou sua identidade cultural, religiosa e nacional; e nela se manteve ininterrupta, através dos séculos, sua presença física, mesmo depois do exílio forçado da maioria do povo.

 

Durante os longos anos de dispersão, o povo judeu jamais rompeu ou esqueceu sua ligação com sua terra. Com o estabelecimento do Estado de Israel, em 1948, foi recuperada a independência judaica, perdida 2000 anos antes.  Israel é a chave para a abertura da Porta que liberará as bênçãos sobre si e as nações da Terra. A plenitude dessa bênção é a VOLTA DE JESUS.

 

Bandeira de Israel

 

 

Os idealizadores da bandeira sionista criaram a bandeira mais religiosa possível! Obedecendo ao que disse O Eterno: Neste mundo fiz convosco estandartes; como foi dito, cada homem com seu estandarte (sua bandeira), com emblemas da tribo de seus pais. Números 2:2

 

As faixas azuis acima e abaixo da estrela de Davi nos lembram o Talit (manto de orações), com o qual os judeus se cobrem quando oram. Quando vemos a bandeira de Israel, nos lembramos da fé e das orações de muitas gerações de judeus que esperaram o retorno ao seu lar.

 

No meio da bandeira de Israel existe uma Estrela de Davi (Maguem David), (literalmente escudo de Davi), é um dos  símbolos judaicos mais importantes. Segundo a tradição judaica a estrela simboliza, um selo ou um escudo de armas criado pelo Rei Davi para dizer que Adonai é O nosso Escudo.

 

O Maguen David (estrela de Davi), é usado em sinagogas e cemitérios, ornamenta os livros da Toráh e o cortinado da Arca Sagrada. Simboliza que Adonai reina acima, embaixo e nos quatro pontos cardeais.

 

Por esse motivo a bandeira do povo judeu, tem no centro dela um dos mais antigos símbolos nacionais judaicos. Dessa forma, expressam sua crença de que confiam não apenas no seu exército, mas principalmente, na Fortaleza do Senhor dos Exércitos.  Confia, ó Israel, no Senhor; ele é teu auxílio e teu escudo.Salmos 115:9

 

Estrela de Davi

 

 

A Estrela de Davi tem seis pontas externas e mais seis pontas internas (seis pontas azuis e seis pontas internas brancas), perfazendo o total de doze pontas, que é o numero das doze tribos de Israel. A estrela é uma figura divergente, pois todos os pontos saem de dentro para fora, isso representa que O Deus de Israel será levado a todas as nações e conhecido em todas as direções.

 

Seu Santo nome será levado a todas as nações.

 

O Senhor está procurando intercessores para o Seu povo em Israel e também deseja recompensar os que oram por esse povo e o amam.

 

Por que devemos orar por Israel?

 

 1 – Porque Deus nos mandou, prometendo-nos também uma bênção especial se o fizermos. 
Gênesis 12: 3; Salmo 122: 6; Isaías 62: 6, 7

 2 – Porque Deus ama a Israel. 
Romanos 11:28; Jeremias 31: 3- 9

 3 – Porque a Igreja não pode estar completa sem o restante eleito de Israel. Romanos 11: 5; 1 Coríntios 12:13;  Gálatas  3:28

 4 – Porque é a vontade de Deus que todo o Israel seja salvo.
 Isaías 12: 1- 6; Mateus 23:37; Romanos 10:1,11:23-32;

 5 – Porque a Igreja deve ter em conta a sua responsabilidade de evangelizar aos judeus. 
Mateus 28:19; Romanos 11:30-32

6 – Porque Israel está experimentando um despertamento nacional com dor e angústia, mostrando que a sua redenção está próxima. Daniel 12:1; Mateus 24: 4- 8; Lucas 21:24-31; (veja Daniel  9: 1-27)
 
 

7 – Porque uma grande multidão será salva, no futuro, por meio do ministério de Israel. 
Romanos 11:25; Apocalipse  7: 9-17

 

BRASÃO

 

 

Esse é o brasão de Israel, o Símbolo do Estado de Israel.

Ele contém a Menoráh (candelabro) e dois ramos de oliveira, conforme a visão do profeta Zacarias 4:2-3 e 12.

…eis um castiçal de ouro… com sete lâmpadas… dois ramos de oliveira, uma a direita e outro a esquerda.

A Menoráh representa a presença de Adonai, e os ramos da oliveira representam os filhos do azeite, ou seja, filhos da unção.

 

Os ramos de oliveira dos dois lados representam o anseio de Israel por paz, e  pela chegada do Messias. Do fruto da oliveira é extraído o azeite e este era usado para unção dos sacerdotes e utensílios do templo, e para acender o candelabro diante do Eterno.

 

Vejamos alguns pontos do porque a Igreja deve amar Israel e seu povo:

 

a) Em que país Jesus nasceu, viveu, morreu e ressuscitou? Resposta: Em Israel.

b) Por meio de quem a bênção de Deus foi estendida até nós? Resposta: Jesus, um judeu.

c) Em qual país foram as leis de Deus  editadas? Resposta: Em Israel.

d) Em que país nasceram cada um dos 40 autores  da  Bíblia?  Resposta: Em Israel.

f) Em qual cidade aconteceu o primeiro batismo do Espírito Santo? Resposta: Em Jerusalém, Israel.

g) Qual é a única cidade do mundo que orando por ela recebe-se paz, prosperidade e muitas outras bênçãos de acordo com o Salmo 122, verso 6? Resposta: Jerusalém, em Israel.

 

Será que todos estes fatos podem ser coincidências ou será que podem simplesmente ser ignorados? Certamente que esses fatos não podem ser ignorados e não são apenas coincidências. Nada acontece por acaso. Todas as coisas são estabelecidas e realizadas pelos princípios de Deus.

 

Israel sempre será grato ao Brasil, pois em 1947, na ONU, na votação pela criação ou não do Estado de Israel, resgatando a terra que lhes havia sido tomada, o voto de desempate foi do brasileiro Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, que votou pela criação do Estado de Israel. A criação foi efetivada em 14 de maio de 1948.

 

i) Jerusalém é o berço do Cristianismo. E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse e, ao terceiro dia, ressuscitasse dos mortos;  e, em seu nome, se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por JERUSALÉM. (Lucas 24. 46 e 47) 
 

 

Durante a história nós podemos perceber que as nações que foram solidárias ao projeto de Deus no que tange a Israel, foram nações prósperas e abençoadas. O Senhor mesmo disse a Abraão: “Eu te abençoarei!” Mas amar e abençoar Israel é, ao mesmo tempo, um privilégio e um desafio. Os princípios de Deus não foram escritos para agradar aos sábios deste mundo, mas com certeza agradam aos mansos e humildes, porque desses é o Reino dos céus e estes herdarão a terra.

 

É hora de se levantar em intercessão pela causa de Israel, pois quando fazemos isso estamos cumprindo a vontade do Senhor, e abençoando tanto a Sua Igreja como Israel.  Quando obedecemos, nossos olhos são abertos para as realidades espirituais e para tudo o que  Deus tem para nós.

 

Deus jamais quebra suas promessas mas Ele as cumpre (Salmo 89.34 – Não quebrarei o meu concerto, não alterarei o que saiu dos meus lábios). O povo judeu é como o relógio de Deus para a humanidade. Tudo o que acontece com o povo de Israel, pode ser compreendido como um sinal da vinda de Cristo. A Igreja de Jesus hoje está dizendo: Baruch Habah B’shem Adonai! Bendito o que vem em nome do Senhor! Maranata! Ora vem, Senhor Jesus!

 

Orando por Israel

 

Ore pela redenção do povo judeu
.

–  Por um rompimento da Justiça de Deus, trazendo quebrantamento e salvação;

–  Por um derramar do Espirito Santo, trazendo avivamento sobre esta nação;

–  Por um movimento de oração  que alcance todo o Estado de Israel.

–  Por um derramar de espírito de arrependimento sobre todo o povo judeu;
.

–  Por um derramar do espírito de sabedoria e revelação no pleno conhecimento de quem é Jesus, resgatando a visão do Messias .

–  
Por um derramar do Espírito de Deus sobre as Sinagogas e sobre o Estado de Israel;

–  Pelos rabinos e líderes das Sinagogas, bem como pelos diretores das Associações e Congregações Judaicas de Israel e de todo o mundo.

 

Ore pelo desenvolvimento do Estado de Israel


 

–  Pelos governantes:

Primeiro Ministro, Presidente, Parlamento e Prefeitos para que sejam dirigidos pelo Espírito do Senhor em suas decisões políticas e econômicas, tanto internas quanto externas;

–  Pelo crescimento econômico de Israel e o fortalecimento de toda infraestrutura;

–  Para que Deus possa nomear e ungir líderes que tenham a sabedoria de Deus para administrar as finanças desta nação.

–  Para que a vitória do Senhor se estabeleça sobre os negócios, transações e questões econômicas, e que a prosperidade financeira seja estabelecida neste lugar.

–  Pelo fim dos conflitos entre judeus e árabes, e por uma política de governo correta.

–  Pela aproximação entre judeus e palestinos.

 

Ore pelo II Êxodo ( Retorno dos Judeus )

 

–  Que os judeus da diáspora sejam despertados a voltarem para Israel;

–  Que sejam levantados e fortalecidos os Ministérios de apoio ao retorno a Sião;

–  Que todas as portas sejam abertas para este retorno (fronteiras dos países, negociações políticas, transporte, condições de moradia, emprego e escola para os judeus, maiores investimentos financeiros na nação de Israel, paz e segurança);

–  Ore contra o Neonazismo e qualquer forma de antissemitismo em todas as nações.

 

Ore pela queda das barreiras entre Israel e a Igreja de Jesus.



 

–  Conscientização da Igreja acerca dos propósitos singulares de Deus para com Israel;

–  Para que os líderes recebam a revelação sobre Israel.

–  Pela disposição prática da Igreja em ajudar financeiramente a nação de Israel e atuar efetivamente no “II Êxodo”;

–  Por atitudes práticas, por parte da Igreja, de amor e misericórdia para com os judeus;

–  Por um posicionamento consciente e favorável à Nação de Israel e o reconhecimento da nação hoje como sinal profético;

–  Pelo despertamento da Igreja para interceder pela Nação e pelo povo judeu e para ministrar bênçãos sobre Israel.

–  Que haja unidade entre Israel e a Igreja.

–  Que a Igreja dê todo o apoio possível e necessário aos ministérios por Israel que Deus tem levantado ao redor do mundo, através da oração, incentivo, ofertas, abertura para pregações e divulgação de literaturas;

–  Para que os judeus reconheçam a verdadeira Igreja de Jesus e vejam suas atitudes de amor e misericórdia, que são inerentes aos seguidores do Ungido de Deus.

 

Fonte: http://www.semlimites.jp/israel/

Please reload

Please reload

Arquivo

Bolsonaro visita Muro das Lamentações ao lado de Netanyahu

02/04/2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Please reload

© 2016 ICEJ - EMBAIXADA CRISTÃ INTERNACIONAL DE JERUSALÉM