Festa de Tabernáculos

E falou o Senhor a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, dizendo: Aos quinze dias deste mês sétimo será a Festa dos Tabernáculos ao Senhor por sete dias... E vos alegrareis perante o Senhor vosso Deus por sete dias. E celebrareis esta festa ao Senhor por sete dias cada ano; estatuto perpétuo é pelas vossas gerações; no mês sétimo a celebrareis. Sete dias habitareis em tendas; todos os naturais em Israel habitarão em tendas. Para que saibam as vossas gerações que eu fiz habitar os filhos de Israel em tendas, quando os tirei da terra do Egito. Eu sou o Senhor vosso Deus.” (Levítico 23:33-43)


Uma das datas mais especiais e proféticas de todo o ano em Israel é a Festa dos Tabernáculos. A celebração, você sabe, é de sete dias, quando o povo judeu se reúne e peregrinos de 120 nações chegam a Jerusalém para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos.

Estamos celebrando essa Festa Bíblica que tem uma abrangência tão grande, porque tem o significado universal de relembrar, no presente, o que Deus fez no passado, e apontar para as promessas futuras.


Tabernáculos, também chamada de Sucot, é a terceira grande festa anual de peregrinação. Relembra o socorro e a provisão que Deus ofertou ao Seu povo quando caminhava pelo deserto fugindo da escravidão no Egito, e vai além. É uma celebração profética que antecipa o retorno do Messias.


Como povo de Deus, estamos fazendo um grande ajuntamento, seguindo as normas estabelecidas, mas decidimos louvar Yeshua Ha Mashia e celebrar Tabernáculos na nossa Jerusalém, a geografia onde estamos, escolhida pelo Eterno.


Não estamos em uma viagem profética, mas agarramos uma oportunidade única para louvar e agradecer ao Senhor e receber decretos proféticos debaixo dos céus que estão sobre nós. Que gratidão saber que somos o povo escolhido por Deus.


Centenas de pessoas de todo o Brasil e do mundo estão celebrando a Festa dos Tabernáculos chamada também de Sucot, ou Festa das Cabanas. Estamos atendendo um chamado bíblico e profético: “...e vos alegrareis perante o SENHOR vosso Deus por sete dias.” (Levíticos 23:40b)

Não fomos à Terra Santa, mas a Terra Santa veio até nós. A atmosfera de Sião está como nuvem carregada de glória. E que alegria tem sido viver o extraordinário de Deus na nossa geografia. Estamos sonhando e sendo remetido às promessas de Deus aos filhos de Abraão.


Acredito que o que estamos vivendo é só o começo de um tempo, uma oportunidade única, que o Eterno está preparando para nós nestes dias proféticos nos quais estamos louvando e agradecendo ao Pai por recebermos os decretos debaixo dos céus de Israel que estão sobre as nossas cabeças.

Agradecidos estamos a Deus pelos momentos únicos de celebração e de alegria profética, antecipando o retorno de Jesus, o Messias, em Sucot, na Festa onde todos são convidados a celebrar a proteção e provisão do Senhor durante o tempo em que o povo de Deus esteve no deserto, após a libertação da escravidão no Egito. Relembra um longo tempo de peregrinação que durou 40 anos.


Sucot, faz referência às cabanas onde a multidão habitava. Vamos celebrar Tabernáculos e exaltar esse Deus que operou maravilhas no passado e, ainda hoje, demonstra, de todas as formas, amor e cuidado ao povo que se chama pelo Seu Nome.


Renê Terra Nova

8 visualizações

© 2016 ICEJ - EMBAIXADA CRISTÃ INTERNACIONAL DE JERUSALÉM