Israel aumenta seu arsenal com mais 3 jatos F-35


A Força Aérea de Israel (FAI) recebeu três jatos F-35 (aviões invisíveis a radares) neste último domingo, trazendo seu total a doze. Israel deve receber um total de 50 F-35 até 2024 e é o primeiro país a usá-los em combate.

O F-35, chamado de Adir em Israel, que significa “poderoso”, é capaz de carregar mais de 16 toneladas de bombas e mísseis e é conhecido por ser o avião com a mais avançada tecnologia para evitar a detecção de radares. O F-35 é também a solução de Israel para a bateria de mísseis terra-ar de origem russa chamada de S-300, sendo capaz de evitar a detecção por este equipamento.

Israel é o primeiro país, exceto pelos Estados Unidos, a adquirir o mais avançado jato de combate do mundo. Em dezembro do ano passado, a FAI declarou que seus F-35 estão totalmente preparados para uso em combate.

Embora a FAI não revele detalhes de suas operações secretas na Síria e no Líbano, recentemente confirmou que seus F-35 foram usados duas vezes em ataques a alvos iranianos na Síria neste ano.

Israel contribuiu muito para o desenvolvimento do F-35. Embora a Lockheed Martin tenha criado e produzido estes jatos de combate, a empresa israelense Elbit Systems e a Indústria Aeroespacial de Israel criaram peças para eles. Os capacetes para os pilotos também foram criados pela Elbit em parceria com a empresa americana Rockwell Collins.

Fonte: CHAMADA

2 visualizações

© 2016 ICEJ - EMBAIXADA CRISTÃ INTERNACIONAL DE JERUSALÉM