Bolsonaro confirmou que mudará embaixada para Jerusalém, diz Netanyahu


RIO — O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que a embaixada brasileira será mesmo transferida para Jerusalém, afirmou neste domingo o chefe de governo do Estado judeu.

— Bolsonaro me disse que não é uma questão de se, mas de quando — afirmou Netanyahu em encontro neste domingo com a comunidade judaica brasileira, em um hotel de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Ontem, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, divulgou em sua conta de Twitter um vídeo de uma entrevista que concedeu no dia último dia 11 a um pastor na qual afirma que ainda está avaliando se vai transferir a embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, medida defendida por ele ainda durante a campanha presidencial e após eleito.

"Conversei com o embaixador de Israel sobre isso. Conversei com o Ernesto Araújo [futuro ministro das Relações Internacionais]. Alguns países estão realmente ameaçando boicote à nossa economia caso isso [mudança da embaixada] se concretize. E nós estamos conversando sobre a melhor maneira de decidir essa questão", afirmou Bolsonaro, na entrevista.

De acordo, no entanto, com o premiê israelense, Bolsonaro também fez uma promessa de fraternidade a Israel:

— Bolsonaro disse que somos irmãos. Não que somos aliados, nem que temos interesses comuns, mas que somos irmãos de coração — contou.

Em encontro com jornalistas na manhã deste, o primeiro-ministro afirmou que esta é uma “incrível oportunidade” para os dois países, referindo-se a acordos nas áreas de cibersegurança e tecnologia.


13 visualizações

© 2016 ICEJ - EMBAIXADA CRISTÃ INTERNACIONAL DE JERUSALÉM