Unesco pede perdão a Israel


A Unesco pediu perdão a Israel pela resolução perversa ditada pelos palestinos contra a identidade judia e cristã sobre Jerusalém.

“É muito excepcional o que aconteceu ontem, lamento”, disse 0 presidente daa UNESCO Michael Worbs.

Além disto reconheceu que não voltariam a negar os laços dos judeus e cristãos com Jerusalém.

A Diretora Geral da UNESCO, Irina Bokova, comentou que a resolução islâmica sobre Jerusalém causa dano à UNESCO.

A UNESCO retirou a resolução sobre Jerusalém.

Os árabes se deram conta de que não tinham a ajuda necessária para ser maioria.

França e Brasil se desculparam e o México pediu explicações a seu embaixador na UNESCO pelo voto contra Israel.

197 visualizações

© 2016 ICEJ - EMBAIXADA CRISTÃ INTERNACIONAL DE JERUSALÉM