top of page

HAG SAMEAH PURIM!

hamantaschen-cookies-and-masks-on-wood-desk-backgr-2023-11-27-04-53-33-utc.jpg

Nos dias 23 e 24 de Março, é comemorado a Festa de Purim, também conhecido como a Festa da Salvação. Esta celebração é descrita no Livro de Ester, onde é narrado um período desafiador na história do povo judeu, e o seu desfecho demonstrou como a sorte do povo de Deus foi transformada pelo cuidado divino.

 

A Festa judaica remonta a um dos eventos mais significativos da história judaica antiga. A origem da festa está ligada ao relato do Livro de Ester, parte do Tanakh (a Bíblia hebraica) e do Antigo Testamento cristão. A história narra a corajosa intervenção de Ester, uma jovem judia, para salvar seu povo da trama do maligno Hamã, um alto funcionário do Império Persa que planejava destruir os judeus.

O principal contexto histórico por trás da Festa de Purim é o período em que os judeus estavam sob o domínio persa, por volta do século V a.C. O rei persa na época era Assuero (também conhecido como Xerxes I), e seu primeiro-ministro era Hamã. A história de Ester é uma narrativa de intriga política, coragem e triunfo sobre a adversidade, que culminou na libertação dos judeus da ameaça de extermínio.

A comemoração de Purim inclui leitura do Livro de Ester nas sinagogas, distribuição de alimentos e presentes entre amigos e familiares, além do consumo de comidas tradicionais, como os famosos "hamantaschen", biscoitos recheados de doce de frutas. É uma festa alegre e festiva que ressalta a vitória do povo judeu sobre seus inimigos e os valores de coragem, fé e unidade que permeiam a história de Purim.

Purim nos ensina valiosas lições, mostrando que mesmo diante da oposição do inimigo, podemos encontrar livramento e salvação ao obedecer e confiar no Eterno.

HAG SAMEAH PURIM!

bottom of page