top of page

O que precisamos saber sobre UNRWA

8meSry4J-1.jpeg

Diante de grandes revelações, temos visto que a agência das Nações Unidas para os refugiados palestinos, UNRWA, tornou-se uma fachada para o Hamas. Por isso, reunimos os principais pontos que destacam a organização como uma máscara para os terroristas.

O que é (ou deveria ser) a UNRWA?

 

Antes de relatar os recentes ocorridos que comprovam a ligação da organização com o grupo terrorista Hamas, trazemos alguns detalhes sobre o que é a UNRWA, ou o que ela deveria ser. 

 

A UNRWA (United Nations Relief and Works Agency for Palestine Refugees in the Near East) é uma agência das Nações Unidas (ONU) criada para fornecer assistência humanitária e desenvolvimento para os refugiados palestinos na região do Oriente Médio. A UNRWA opera em cinco áreas de operação: Jordânia, Líbano, Síria, Cisjordânia e Faixa de Gaza.

 

Conheça o vículo da agência com o grupo terrorista Hamas:

🔴 12 de seus funcionários estiveram envolvidos no massacre de 7 de outubro

 

Israel acusa 12 funcionários da UNRWA de terem participado dos ataques do Hamas a Israel em outubro, e apresentou um dossiê acusando 190 funcionários da agência de ligações com o grupo.

 

As acusações levaram os 10 principais doadores- como os Estados Unidos, o principal doador - a suspenderem recursos para agência.​



🔴Foram encontrados centros de dados subterrâneos na sede UNRWA

 

Sob a sede da controversa UNRWA, na Faixa de Gaza, o grupo terrorista Hamas escondeu um dos seus bens mais significativos, decobertos pelas as Forças de Defesa de Israel em 10 de fevereiro.

O centro de dados subterrâneo – complexo com uma sala de controle, bancos de energia de baterias industriais e alojamentos para os terroristas do Hamas que operam os servidores – foi construído precisamente sob o edifício da UNRWA.

Ela está localizada no bairro nobre de Rimal, na Cidade de Gaza, uma área onde exército israelense já havia desmantelado o batalhão local do Hamas.

A descoberta só foi possível, graças aos depoimentos de prisioneiros ao Shin Bet (serviço secreto israelense) e de computadores apreendidos em Gaza, bem como documentos e mapa.


🔴 300 funcionários da UNRWA elogiaram o massacre de 7 de outubro.

 

Em um relatório divulgado pela UN Watch, organização não-governamental focada em monitorar as Nações Unidas (ONU), foi revelado que um grupo do Telegram com cerca de 3.000 professores da UNRWA (Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina) em Gaza está abarrotado de mensagens que glorificam o Massacre de 7 de Outubro.

O Presidente Lula declarou apoio a UNRWA nesta quinta-feira (15)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira (15) que o Brasil fará uma nova doação para a Agência das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina (UNRWA), no momento em que vários países, como os Estados Unidos, decidiram cortar fundos para a organização.

“O governo brasileiro fará novo aporte de recursos para a UNRWA. Exortamos todos os países a manter e reforçar suas contribuições”, disse o presidente.

Lamentamos a atitude do presidente que, mesmo com todos os fatos que atestam o envolvimento da agência com o terrorismo, apoia esse tipo de prática e ainda ataca Israel, desqualificando o País que age sob legítima defesa, rotulando suas operações como "genocídio".

 

bottom of page