top of page

Israel propõe cessar-fogo nos combates em Gaza em troca da libertação de reféns pelo Hamas

israel.jpg

De acordo com informações do jornal Axios, Israel apresentou uma proposta de cessar-fogo na Faixa de Gaza por até dois meses, mediada pelo Catar e pelo Egito. A oferta tem como contrapartida a exigência da libertação completa dos 136 reféns ainda em poder do Hamas. Embora não atenda à demanda do Hamas pelo fim total da guerra, a proposta demonstra a disposição israelense em buscar uma pausa humanitária mais prolongada.

A divulgação da proposta ocorreu durante a visita do enviado da Casa Branca para o Oriente Médio, Brett McGurk, à região. McGurk está em reuniões com representantes diplomáticos egípcios e catarianos, buscando promover um acordo para a libertação dos reféns. Autoridades dos EUA afirmaram ao The Times of Israel que o Estado judeu aguarda a resposta do Hamas, mantendo um otimismo cauteloso em relação ao progresso nos próximos dias.

A proposta israelense delineia uma abordagem em fases para a libertação dos reféns. Na primeira fase, seriam liberados crianças, mulheres civis, homens com mais de 60 anos e reféns gravemente doentes. Nas etapas subsequentes, mulheres soldadas, homens não combatentes com menos de 60 anos, soldados e corpos dos reféns mortos em cativeiro seriam libertados. Israel e o Hamas concordariam previamente com o número de prisioneiros em cada fase, reservando as negociações para os nomes específicos desses indivíduos.

A proposta representa um esforço israelense para estabelecer uma pausa nos combates, focando na libertação dos reféns em uma abordagem gradual. O aguardo pela resposta do Hamas reflete a esperança de progresso nas negociações, enquanto a mediação internacional desempenha um papel crucial na busca por uma solução diplomática na região.

Via: The Times of Israel/Axios

bottom of page