EUA apoia decisão de Israel: Tolerância zero com terrorismo

Pela primeira vez uma nota da Casa Branca deixou claro uma posição absolutamente a favor da decisão de Israel de fechar temporariamente o Monte do Templo até que a segurança do local esteja garantida pela segurança de Israel. A Casa Branca emitiu uma declaração neste sábado, 15 de Julho de 2017, condenando fortemente o ataque terrorista de sexta-feira em Jerusalém e apoiando a decisão do governo israelense de fechar temporariamente o acesso ao Monte do Templo. “Ontem, a Cidade Santa de Jerusalém, que significa “Cidade da Paz”, tornou-se uma cena de terror”, revelou o comunicado da Casa Branca. “O povo dos Estados Unidos está com o coração partido de que terroristas atacaram brutalmente dois

Lei de Jerusalém irá ao Parlamento de Israel

Uma lei especial que está sendo chamada de Lei de Jerusalém, muito semelhante a Lei das Colinas de Golan foi aprovada hoje em uma comissão de conselho de ministros do Governo de Israel e deverá ser levado à votação no parlamento do país, o Knesset Israel. A Lei de Jerusalém prevê que qualquer tentativa de dividir a cidade em negociações diplomáticas, mesmo com o intuito de fechar um acordo de paz, deverá conseguir pelo menos 80% dos votos do parlamento para tal decisão seguir adiante, o que exatamente conforme a Lei das Colinas de Golan, dificultará muito a qualquer governo do país de fazer mudanças no atual estado unificado e da dominação completamente judaica de Jerusalém. A lei que foi fo

© 2016 ICEJ - EMBAIXADA CRISTÃ INTERNACIONAL DE JERUSALÉM